amado dagaberto ricardo de souzaAMADO

HOMENAGEM JUSTA E PERFEITA 

DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA, DGB E CASA DA CIDADANIA SÃO CENTRALIZADOS NO CSU

CSUI

O CIAS -CENTRO INTEGRADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL “LEONOR DE OLIVEIRA SOUZA” FUNCIONA NO COMPLEXO DO CSU FOOI INAUGURADOCOM ATO SOLENE COM A PRESENÇA DA FAMÍLIA DO HOMENAGEADO E CONVIDADOS

leonor

 

          Na quinta-feira, dia 2 de abril, ocorreu um ato solene, de forma breve e com poucos expectadores devido a pandemia de Covid-19, que implantou no CSU – Centro Social Urbano a Diretoria da Assistência Social, Desenvolvimento e Inclusão Social e DGB – Departamento de Gestão de Benefícios e muito em breve deve migrar para o complexo a Casa da Cidadania, formando assim o grande Centro Integrado da Assistência Social “Leonor de Oliveira Souza”, prestando uma justa homenagem a uma mulher que muito trabalhou pelos cidadãos em vulnerabilidade social, atuando na filantropia a voluntariado em campanhas do Lions Clube, Paróquia de São Sebastião, Fundação Pio 12 e Maçonaria.

Para diretor de Assistência Social, Desenvolvimento e Inclusão Social, José Reinaldo dos Santos Junior a união da maior parte dos equipamentos de assistência social é um grande avanço para o município. “Primeiro porque economizamos em aluguéis, e depois porque funcionando no mesmo complexo de prédios CSU, que é amplo e além possuir várias salas, ainda tem pátios, amplo estacionamento, piscinas, campo e quadra esportiva está praticamente no centro geográfico da cidade, facilitando o acesso para todos atendidos. Não só isso, ainda temos o incremento no trabalho, com a proximidade dos mais diversos profissionais que autuam na aérea e vão poder interagir pessoalmente e resolver das demandas dos usuários de forma muito mais ágil”, ressaltou.

           “Mesmo num momento complicado em que vivemos, a administração municipal continua avançando. Tomando os devidos cuidados a Prefeitura vem atuando, e esta ação de centralizar os serviços de assistência social é mais uma das minhas premissas de cuidar de gente, especialmente num momento em que a população mais vulnerável está sofrendo com este vírus que está assolando o mundo todo. Estamos melhorando o atendimento aos indivíduos que mais precisam. Vamos continuar com muito trabalho e fé para vencermos mais este desafio e sairmos mais fortes”, pronunciou o prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis.

          O CIAS -Centro Integrado da Assistência Social “Leonor de Oliveira Souza ” que funcionará no complexo no CSU deve ser inaugurado em breve com ato solene com a presença da família do homenageado e convidados.

LEONOR DE OLIVEIRA SOUZA

*11.12.1941 – 17.02.2017+

Leonor de Oliveira Souza nasceu no dia 11 de dezembro de 1941, na cidade de Santos (SP), filha de Anacleto Custódio de Oliveira e de Dona Encarnação Reche de Oliveira. Mudou-se ainda bebê para cidade de Franca/SP. Desde muito jovem ajudava a mãe nos afazeres domésticos e cuidava dos irmãos. Já na sua adolescência trabalhou em um cartório na cidade de Franca.

Casou-se com o Sr. Amado Dagoberto Ricardo de Souza no dia 11 de dezembro de 1965 e estabeleceram residência em Guaíra. O casal teve quatro filhos: Arnaldo Ricardo de Souza Neto, Ângela Cristina Ricardo de Souza Lélis, Adriana Márcia Ricardo de Souza Marques e Amanda Elisa Ricardo de Souza. Do casamento dos filhos nasceram os netos: Letícia, Leonardo, Amblessa, Augusto, Amado Neto, Ana Flávia, Lucas e Melina; bem como os bisnetos: Valentina, Vitor e Marcelo.

Leonor sempre se manteve muito disposta e ativa durante toda a sua jornada terrestre, nada lhe era temido, enfrentava as batalhas impostas pela vida sempre de cabeça erguida, com muita coragem e, sobretudo, com muita fé. A certeza de que Deus estava consigo era algo singular em Leonor. Seu otimismo e sua certeza na vitória eram admiráveis, exemplares e, sem dúvida, motivo de muito orgulho e perseverança para aqueles que a rodeavam.

D. Leonor, como era conhecida,foi um ser humano ímpar, com qualidades tantas que, ao nomeá-las, poderemos pecar por esquecer algumas. Exerceu em vida inúmeros papéis: mulher, filha, neta, irmã, esposa, mãe, sogra, avó, bisavó, amiga, companheira, solidária, prestativa, criativa, caridosa. Aliás, caridade era algo que estava enraizado em seu sangue.

        Nunca mediu esforços para ajudar a quem quer que fosse, mesmo que isso demandasse ações complexas como organização de campanhas. Quem nunca recebeu uma ligação da D. Leonor pedindo ajuda para alguém ou para alguma entidade assistencial?

     Quem nunca doou para a D. Leonor um pacote de arroz ou outro item qualquer para ajudar o Hospital do Câncer em Barretos? Quem nunca comprou uma rifa da D. Leonor referente a alguma campanha do Lions Clube ou da Maçonaria para arrecadar fundos visando o bem ao próximo?Quem nunca atendeu a um pedido de D. Leonor para ajudar nas quermesses da Paróquia São Sebastião, ou no famoso Almoço anual do padre? Envolvia-se com tudo o que pudesse fazer o bem a outras pessoas.

       Inúmeras vezes acolheu em sua casa os padres da nossa diocese, outras tantas vezes ofereceu espaço e acolhida para os jovens noviços fazerem suas reuniões, quantos jovens de nossa cidade foram abençoados por suas catequeses. Mesmo nos momentos de enfermidade, nunca desamparou quem a procurasse, e, além de tudo isso, cumpriu sempre com fidelidade, firmeza e amor o seu papel de matriarca da família Ricardo de Souza.

Destacam-se na área social, as seguintes atividades desta mulher de fibra:

- Companheira-Leão, membro do Lions Clube de Guaíra

- Esposa do Governador do Distrito LC-6 AL 1996/1997 - CLMJ PDG AMADO

- Membro do Clube de Mães do Capítulo Acácia Guairense da Ordem DeMolay

- Ministra Extraordinária da Eucaristia – Paróquia São Sebastião

- Líder da Equipe de Catequistasda Paróquia São Sebastião

- Organizadora do Natal das crianças na Casa de Apoio Vovô Antônio em Barretos

- Voluntária do Hospital do Câncer de Barretos

- Membro Organizadora da Quermesse da Paróquia São Sebastião

- Membro organizadora do Almoço Anual da Paróquia São Sebastião

D. Leonor nos deixou no dia 17 de Fevereiro de 2017, mas permanecerá eterna em nossos corações. Seu exemplo em vida nos deixou um legado de amor ao próximo, de paz e de esperança na humanidade, pois, assim como Madre Teresa de Calcutá, conseguiu transformar sua fé em obras.

 

guaira

LEONOR

 

 

 

2ª RCG AL 20/21 

2ª RCG AL 20/21
2
2
7
7
2
2
3
3
4
4
4
4
3
3
9
9

Usuários Online 

Temos 62 visitantes e Nenhum membro online

Login 

Bem Vindo ao Distrito LC-6!

Distrito LC-6

Visitantes

3698677
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Total
1421
5627
33962
3560189
106494
109796
3698677

Seu IP: 34.236.245.255
25-10-2020 09:15

Curtir No FaceBook 

Scroll to top