Imprimir
 

 

 

CARTA MENSAL DE JULHO da

Coordenadoria Geral do Distrito LC-6

                                       Ribeirão Preto, 01 de julho de 2020

 

Destinatários: PRESIDENTES DE CLUBES DO DISTRITO LC-6

 

OBJETIVO:

 

O objetivo da criação e elaboração desta Carta Mensal é criar um canal de comunicação que visa transmitir notícias e informações do Governador do Distrito e outras de interesse do leonísmo, abordar temas do nosso movimento, apresentar matérias visando colaborar com o desenvolvimento dos nossos Clubes, divulgar instruções e documentos que visem facilitar os Presidentes de Clubes no desempenho das suas funções e divulgar, enfim, tudo que de interesse possa contribuir com a nossa nobre causa.

Temos planos de editar esta carta todo dia 1.º de cada mês. Sabemos não ser tarefa fácil, mas esperamos que o bom Deus nos dê forças para conseguirmos cumprir mais essa missão visando o fortalecimento dos laços da nossa amizade leonística.

 

MENSAGEM DO GOVERNADOR:

 

Durante o ano, muitas esperanças são renovadas na busca do sonho por dias melhores. Muitos fazem planos incluindo novas perspectivas de vida profissional, familiar e social, e nós, Leões, muitas vezes nos esquecemos de incluir o Lions nesses planos e dimensionar sua vida com ele.

O compromisso que assumimos de realmente viver o Lions não é uma atitude isolada, mas envolve dezenas de Companheiros, Companheiras  Domadoras que veem em nossa organização a possibilidade de mudanças na sua própria vida.

Quando assumimos a condição de Leão, incorporamos uma responsabilidade social que transcende nossa vida pessoal mais corriqueira. Como sempre digo: nós não somos Leões por acaso. Nascemos para cumprir a missão de servir, missão essa assumida com plano espiritual. É algo que precisamos fazer por uma sociedade mais justa e igualitária. Não que tenhamos que fazer sacrifícios sobre-humanos, mas precisamos nos superar e nos doarmos com todo coração.

A existência e potencialidade de um Clube de Lions são diretamente proporcionais a esta capacidade de doação de cada um dos Companheiros, Companheiras e Domadoras que o compõe. Em todos os Clubes existem formas para os associados prestarem sua colaboração: é preciso apenas que assumam a responsabilidade e tomem a iniciativa de servir. Se um Clube enfrenta dificuldades é quase certo que, proporcionalmente, seus associados não estão dedicando o seu trabalho dentro das Comissões. Percebam que se o quadro social está pequeno, se cada associado não funciona, se as campanhas comunitárias foram abandonadas, alguma Comissão não está cumprindo bem o seu papel.

Existe um paradigma que diz: todo Leão é uma pessoa ocupada. E tem que ser mesmo, pois Lions não é lugar para desocupados. A experiência tem mostrado que, mesmo com seus afazeres, o Leão sempre consegue tempo quando tem em mente a obstinação pelo ideal de servir. Nos Clubes, em média, nem 50% dos Companheiros, Companheiras e Domadoras liberam o potencial maravilhoso que têm em si e que serviu de base para que fossem convidados a ser Leões. Se, com essa proporcionalidade, o Lions tem mudado o mundo com suas grandiosas campanhas, tanto a nível internacional como local, imaginem se essa proporção atingisse 100% ou chegasse perto disso.

Como se pode notar, Lions tem um pouco de matemática. Não adianta termos só teoria e boas ideias. Ser um profundo conhecedor dos estatutos, regimentos, normas, manuais e não se aliar à prática do servir. É a química leonística que, em doses proporcionalmente equilibradas, alia a teoria à prática na obtenção de um resultado que atenda às necessidades do ser humano como um todo. Precisamos dar nossa parcela de colaboração para mudar essa ridícula proporção. É necessário conseguirmos tempo, sacrificando, inclusive, parte do nosso lazer pessoal.

Lions pode mudar o mundo! Pensem nisso! Cabe a cada um de nós efetuar essa mudança! Vamos tentar?

DG ANTONIO PAULO CALIENTO, Governador do Distrito

 

EDITORIAL:

 

Dificilmente o mundo será o mesmo depois da chegada da Covid-19. Sofremos, e sofreremos, uma dramática transformação social com esse vírus que nos assola de forma tão devastadora. A situação está aí para quem quiser ver. O futuro é incerto e não sabido!

A sociedade foi atingida como um todo. Mortes inesperadas e aos milhares. Famílias isoladas e em desespero. Desemprego generalizado. Muitos ainda morrerão não apenas acometidos pelo vírus mortal e invisível, mas, também, pela fome que poderá alcançar os menos favorecidos. Apenas o serviço desinteressado e a notável ação dos voluntários não servirão para amainar a pandemia. Só nos resta orar e clamar ao bom Deus que nos acolha com Sua luz divina.

O Brasil não difere da maioria dos países do mundo, principalmente os subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, entre os quais nos encontramos. Nossa população menos favorecida foi atingida pelo vírus de forma avassaladora. A mídia nos mostra, diariamente, a fila dos desesperados para receber o benefício social emergencial que está sendo pago pelo governo, mas por um período curto e estabelecido. Não será suficiente para aliviar as necessidades de quem muito precisa, pois tem um fim pré-determinado. E nesse curto espaço de tempo o vírus certamente ainda estará entre nós. O tamanho da atual pandemia é improvável, mas está ai.

A Covid-19 representa o maior desafio sanitário do último século, com impactos devastadores na vida dos cidadãos, inclusive dos membros da nossa família leonística. Desde o último mês de março, as autoridades determinaram o distanciamento social como uma estratégia capaz de conter a disseminação da doença. Com a implantação desse distanciamento social, houve significativa retração das pessoas, afastando-as das suas atividades e causando-lhes sérios prejuízos de ordem social e financeira, atingindo inclusive nossos Companheiros, Companheiras e Domadoras.

A situação atual tem provocado incertezas e dúvidas quanto à conveniência do relaxamento das atividades no atual estágio do combate à pandemia, pois isso depende de determinação e perseverança. São dúvidas e incertezas quanto ao início da volta ao novo normal.

Não podemos tapar o sol com a peneira. Nosso quadro associativo, hoje, penso e posso estar enganado, não é composto por uma maioria que membros que possua folgada estrutura financeira. O Lions de outrora, dos anos dourados, era constituído, em sua maioria, por um grupo de pessoas com apreciáveis recursos financeiros. Hoje a situação é outra; o Lions empobreceu. Hoje, na totalidade, somos constituídos por notáveis Companheiros que não possuem recursos em grandes disponibilidades, inclusive eu.

O Lions, então, como um todo, e seus associados, provavelmente estão sendo igualmente atingidos pela atual pandemia.Se o vírus permanecer entre nós por muito tempo penso que, infelizmente, poderemos ter um comprometimento em nossa estrutura administrativa, inclusive em nosso quadro associativo, pois muitos, mesmo amando e se dedicando ao leonismo, mas diante da situação, poderão querer dar preferência ao bem-estar e necessidades das suas famílias. É aos que pensam assim que dirijo meu dramático apelo: por favor, se esforcem para resistir. Elevem seus pensamentos para nossos ideais do serviço desinteressado. Muitos precisam de nós!

Precisamos começar, agora, a pensar em um novo modelo de gestão para estarmos à frente de um novo tempo!

           

PDG ANTONIO DOMINCOS ANDRIANI, Coordenador Geral do Distrito

 

 

RECONHECIMENTO AO IPDG GUSTAVO JOSÉ GIL DE ALMEIDA:

           

Há poucas horas terminou a gestão do IPDG Gustavo José Gil de Almeida à frente da Governadoria do Distrito LC-6 durante o ano leonístico de 2019/2020.

Apesar do final do seu ano conturbado pela pandemia da Covid-19 em nosso país, ele conseguiu, com o incondicional apoio da sua CaL Maria e equipe, levar nosso barco para um porto seguro. Parabenizamos o IPDG Gustavo pela sua estoica atuação. Poucos são aqueles que, como ele, podem levantar a cabeça e dizer: cumpri missa missão!

E você, IPDG Gustavo, cumpriu sua missão galhardamente, dando tudo de si para a grandeza do nosso Distrito LC-6. Continuamos contando com você!

 

 

1.ª REUNIÃO DO COMITÊ DO GABINETE DISTRITAL DE 2020/2021:

 

Será realizada em Ribeirão Preto, no dia 26 de julho de 2020, domingo, a partir das 09:30 horas. Infelizmente, diante dos impactos causados pela Covid-19, a reunião não será de forma presencial e ocorrerá através de vídeo conferência.

A programação do evento e outros detalhes para a necessária conexão estão sendo fornecidos através da Convocação que o Secretário do Distrito está divulgando aos interessados e expedindo no dia de hoje.

Face ao quadro em que nos encontrados, o Governador Caliento conta com a compreensão e participação de todos, para que possamos continuar mantendo nossas atividades e renovando nossos laços de amizade e companheirismo.

 

 

NOMEAÇÃO DA EQUIPE DA GOVERNADORIA PARA 2020/2021:

 

Estamos anexando a Resolução n.º 01-2020/2021, de 01 de julho de 2020, editada pelo Governador do Distrito, que institui a organização distrital para o ano leonístico 2020/2021, define a sede administrativa, a área geográfica, os órgãos e os dirigentes titulares que atuarão na gestão dos interesses do Distrito LC-6.

Recomendamos que a Resolução tenha ampla divulgação entre os Companheiros Leão, Companheiras Leão e Domadoras do Clube, para que haja uma conectividade saudável entre todos os envolvidos e interessados.

 

 

CRIAÇÃO DO CONSELHO DE ÉTICA:

           

O DG Caliento, através da Resolução n.º 02-2020/2021, de 01 de julho de 2020, está criando o Conselho de Ética do Distrito LC-6 para exercer suas atividades durante o presente ano leonístico.

Referido Conselho passará a exercer suas funções a partir do dia 27 de julho de 2020, ou seja, no primeiro dia útil seguinte após sua aprovação pelo Comitê do Gabinete Distrital, cuja reunião está marcada para 26/07/2020, e de conformidade com o que estabelece o § 6.º do artigo 15 do nosso Estatuto.

Segue anexa a Resolução aqui mencionada, para conhecimento e divulgação.

 

DIRETORIA 2020/2021 DO CONSELHO DE EX-GOVERNADORES:

           

Durante a 4.ª reunião do Conselho de Ex-Governadores do Distrito LC-6, realizada no dia 03 de maio de 2020, às 10:00 horas, através de vídeo conferência a partir da cidade de Orlândia (em virtude da pandemia do Covid-19), o PDG Lauro Hyppolito foi eleito presidente do Colegiado para o ano leonístico 2020/2021.

Conforme disposições estatutárias (artigo 20, § 3.º do Estatuto do Distrito LC-6), o PDG Lauro nomeou sua Diretoria para o presente ano leonístico, que ficou assim constituída:

Presidente:

PDG Lauro Hyppolito   

Vice-Presidente:

PDG Gustavo José Gil de Almeida

Secretário: PDG Antonio Domingos Andriani
Tesoureiro PDG Alcides Viotto
Diretor Social: PDG José Gomes Duba das Chagas

 

 

 

 

O Estatuto do Distrito LC-6 normatiza as funções do Conselho, estabelecendo, entre outros, os seguintes objetivos e atribuições:

- O Conselho é um órgão consultivo e opinativo do Governador do Distrito, constituído por todos os Ex-Governadores do Distrito LC-6 ou de outros Distritos brasileiros que permanecem no leonísmo ou que, por motivos de mudança definitiva de residência, venham a pertencer a algum dos Lions Clubes do Distrito, e terá por finalidade dirimir dúvidas quanto à aplicação dos objetivos leonisticos, da infringência ao Código de Ética e outros assuntos a critério ou solicitados pelo Governador do Distrito.

- O Conselho poderá, também, em caráter de excepcionalidade, ou por determinação do Governador do Distrito, ser considerado órgão deliberativo para tratativa de temas específicos.

- O Conselho reunir-se-á de três em três meses, ou extraordinariamente sempre que convocado pelo seu Presidente ou pelo Governador do Distrito, ou por um terço dos seus membros, devendo obrigatoriamente em todas as reuniões ter Ordem do Dia específica, e suas atas divulgadas na forma que for estabelecida.

- O Conselho terá um Presidente, um Vice-Presidente, um Secretário, um Tesoureiro e um Diretor Social.

- O Presidente do Conselho será eleito em escrutínio secreto, ou por aclamação quando for candidato único, entre todos os membros presentes em sua quarta reunião ordinária do ano leonístico, que será realizada anteriormente à quarta reunião do Comitê do Gabinete Distrital do LC-6, e não poderá ser reeleito para o exercício imediatamente seguinte. A posse dar-se-á na mesma reunião em que foi realizada a eleição.

- A nomeação do Vice-Presidente, do Secretário, do Tesoureiro e do Diretor Social será de livre escolha do Presidente do Conselho e poderão, em caráter de excepcionalidade, ser escolhidos aqueles que já tenham participado da Diretoria na gestão anterior.

- O Conselho terá um Regimento Interno próprio.

Em uma das nossas próximas cartas divulgaremos, para conhecimento, o Regimento Interno do Conselho de Ex-Governadores do Distrito LC-6.

           

RESULTADO DAS ELEIÇÕES DA 21.ª CONVENÇÃO DISTRITAL:

 

Durante a 21.ª Convenção do Distrito LC-6, realizada na cidade de Icém, no dia 09 de maio de 2020, houve a eleição para os cargos de Governador do Distrito, 1.º Vice-Governador, 2.º Vice-Governador, além da aprovação do novo Estatuto do Distrito LC-6.

Total de Clubes que participaram do evento: 51

Total de Delegados inscritos: 151

Resultados apurados:

SIM NÃO BRANCOS NULOS

Governador:

CL Antonio Paulo Caliento 146 1 3 1
1.º Vice-Governador: CL Glauber Gomes da Silva 141 8 1 1
2.º Vice-Governador: CL Roberto Luiz de Freitas 137 11 3 0
Novo Estatuto    132 12 6 1


Os eleitos para o ano leonístico 2020/2021 tomaram posse no dia de hoje e o Estatuto entrou em vigor nesta data.

           

PRÓXIMAS CONVENÇÕES INTERNACIONAIS:

 

 104.ª Montreal (Canadá) De 25 a 29 de junho de 2021
 105.ª Delhi (ìndia) De 01 a 05 de julho de 2022
 106.ª Boston (Estados Unidos) De 07 a 11 de julho de 2023
 107.ª Melbourne (Australia) De 21 e 25 de junho de 2024
 108.º Cidade do México (México) De 04 a 08 de julho de 2025

A Diretoria Internacional, em reunião realizada no último mês de abril, já definiu que a 109.ª Convenção Internacional de 2016 será realizada em Washington, DC, Estados Unidos. A data será divulgada oportunamente.

 

 

FOLAC DE 2021 CANCELADO:

 

Diante da situação que estamos vivendo, e possíveis consequências futura de saúde, econômica e financeira dos países da Área III, onde está situado nosso Distrito LC-6, o FOLAC de 2021 foi cancelado.

Estava previsto para a cidade de Bucaramanga, na Colômbia.

O evento da Colômbia foi transferido para janeiro de 2022, no mesmo local.

O FOLAC de Assunção, no Paraguai, foi confirmado para janeiro de 2023.

 

 

HOMENAGEM AOS GOVERNADORES ELEITOS:

 

Durante reunião da Diretoria da Associação Internacional, realizada em 18 de junho último, foi apresentada uma “Proposição” para que os Governadores 2020/2021, que estão tomando posse no dia de hoje, sejam homenageados na Convenção Internacional de Montreal em 2021. Houve aceitação por parte da Diretoria, que ficou de verificar a viabilidade, estudando a forma de captar fundos financeiros para concretização da proposta.

Seria um reconhecimento aos Governadores de Distrito que não tomaram posse numa Convenção Internacional, uma vez que a Convenção de Singapura, que seria realizada este ano, foi cancelada.

Vamos aguardar para ver o que acontece!

 

 

PDG DUBA ELEITO 1.º VICE-PRESIDENTE DO DMLC:

           

Foi realizada no último domingo, dia 28 de junho, a eleição para a Diretoria 2020/2021 e alteração do Estatuto do Distrito Múltiplo LC, ao qual nosso LC-6 está vinculado.

A eleição foi virtual, em virtude da pandemia ocasionada pela Covid-19. Votaram 866 Delegados dos 9 Distritos que compõem o DMLC.

Conforme é do conhecimento da nossa família leonistica, o estimado PDG José Gomes Duba das Chagas foi candidato ao cargo de 1.º Vice-Presidente daquele Colegiado, obtendo expressivos 95,84% dos votos válidos.

O resultado final apontou a seguinte composição para o DMLC 2020/2021:

 

    SIM BRANCO NÃO

%

 SIM

Presidente PDG Eduardo Jacob (LC-3) 838 22 06 96,76
1.º Vice PDG José Gomes Duba das Chagas (LC-6) 830 24 12 95,84
2.º Vice PDG Sérgio Yukishigue Chiyoda (LC-8) 833 17 1 96,18
Alteração do Estatuto do DMLC 767 20 79 90,66

 

                                                                                                                      

Cumprimentamos os eleitos, especialmente nosso PDG Duba, pela vitória, augurando-lhes votos de profícua gestão na direção do DMLC 2020/2021. No próximo ano, com certeza, nosso PDG Duba será guindado ao cargo de Presidente do nosso Distrito Múltiplo, para orgulho e júbilo de todos nós

 

MARCAÇÃO DAS VISITAS DO CASAL GOVERNADOR AOS CLUBES:

 

Apesar da situação que estamos vivenciando com a pandemia da Covid-19, não podemos deixar de procurar manter nossas atividades. Já abrimos a agenda para marcação das visitas do casal Governador dos Clubes do Distrito.

Solicitamos que cada Presidente agende essa visita em consenso com os membros do Clube. Depois, informe duas datas para esta Coordenadoria: uma preferencial e outra alternativa. Confirmaremos a data.

O Lions Clube de Mirassol saiu na frente e já marcou a visita: será no dia 19 de setembro de 2020. Ainda no mês de setembro temos agendado para o dia 26, sábado, em São Joaquim da Barra, o “ 30.º Encontro das Domadoras e Companheiras Leão”.

Exceto em sua participação nas reuniões do Comitê do Gabinete Distrital, Convenção Distrital, Conselho de Governadores do Distrito Múltiplo LC e outras programadas pelos órgãos superiores, o Governador Caliento, preferencialmente, não marcará visita aos Clubes do Distrito aos domingos.

 

CRITÉRIOS PARA ESCOLHA DO CANDIDADO A VICE-GOVERNADOR:

 

A escolha do candidato ao cargo de Vice-Governador do Distrito LC-6, anos atrás, e que hoje, com as regras da adotadas por Lions Internacional, passou a ser para os cargos de 1.º Vice-Governador, 2.º Vice-Governador e 3.º Vice-Governador, sempre causava polêmicas e contratempos entre os Clubes do Distrito, causando cizânias que comprometiam a concórdia e o bom companheirismo que deve existir na família leonística. Aconteceram casos em que vários Companheiros foram apresentados para concorrer ao cargo de Vice-Governador, num mesmo ano leonístico, e apresentados por Clubes de Regiões diferentes.

O Conselho de Ex-Governadores do Distrito LC-6 (que possui PDGs pertencentes a Clubes das diversas Regiões), sempre atento ao seu dever de promover o alto espírito de amizade e lealdade que deve haver entre nós, e evitar que o assunto atingisse proporções que nada contribuíam para a harmonia que deve existir em nossa família, entrou no circuito, alguns anos atrás, para resolver a disputa e conseguiu uma solução salomônica.

Houve, então, um acorde de cavalheiros entre os membros do Conselho, segundo o qual, e a partir da situação existente à época, deveria haver um rodízio entre as Regiões do Distrito para apresentar candidatos ao então cargo de 1.º Vice-Governador (era o único existente na ocasião; hoje a situação está diferente), a fim de permitir que o assunto fosse conduzido de forma a evitar disputas e traumas prejudiciais.

Referido acordo foi aprovado, estabelecendo que o rodizio para apresentar candidatos, sequencialmente, seria entre as Regiões B, A, E, C e D. O acordo constou da ata da reunião do Conselho que o definiu.

Com a implantação e manutenção desse rodízio, que prevalece até hoje, o Conselho de Ex-Governadores do Distrito LC-6 conseguiu a necessária harmonia de convivência em toda nossa unidade leonistica.

Neste ano leonístico, já com a inclusão do cargo de 2.º Vice-Governador no rodízio, a composição ficou assim definida: Governador (da Região D), 1.º Vice-Governador (da Região A) e 2.º Vice-Governador (da Região E).

Com a criação do cargo de 3.º Vice-Governador do Distrito, previsto em nosso Estatuto que entrou em vigor no dia 01 de julho de 2020, as eleições nas Convenções Distritais a partir do próximo ano leonístico irão contemplar os seguintes cargos:

22.ª CD – Abril de 2021 – AL 2021/2022: 

Governador (Região A)

1.º Vice-Governador (Região E)

2.º Vice-Governador (Região C)

3.º Vice-Governador (Região D)

23.ª CD - Abril de 2022 - AL 2022/2023:   

Governador (Região E)

 1.º Vice-Governador (Região C)

 2.º Vice-Governador (Região D)

3.º Vice-Governador (Região B)

24.ª CD - Abril de 2023 - AL 2023/2024:   

Governador (Região C)

1.º Vice-Governador (Região D)

2.º Vice-Governador (Região B)

3.º Vice-Governador (Região A)

25.ª CD - Abril de 2024 - AL 2024/2025:   

Governador (Região D)

1.º Vice-Governador (Região B)

2.º Vice-Governador (Região A)

3.º Vice-Governador (Região E)

26.ª CD - Abril de 2025 - AL 2025/2026:   

Governador (Região B)

1.º Vice-Governador (Região A)

2.º Vice-Governador (Região E)

3.º Vice-Governador (Região C)

 

E assim sucessivamente. Sempre que uma Região não apresentar candidato, ou houver desistência, a vaga será preenchida pela Região que vier na ordem de precedência (neste caso, o esquema acima será modificado).

Uma ressalva: a eleição para o cargo de 3.º Vice-Governador somente ocorrerá após o DMLC estar organizado para receber o Companheiro e estar aparelhado para lhe prestar o treinamento necessário, conforme estabelece o § 2.º do artigo 70 do Estatuto do Distrito LC-6, que está entrando em vigor no dia de hoje.   O Governador do Distrito tudo fará junto ao Presidente do DMLC para que o Múltiplo se prepara para essas incumbências.

 

DECRETAÇÃO DE LUTO OFICIAL NO DISTRITO:

           

Existe uma resolução vigente no Distrito LC-6, de autoria deste Coordenador e aprovada em Convenção Distrital, que autoriza o Governador do Distrito decretar luto oficial no Distrito sempre que ocorrer o falecimento de um Companheiro Leão, Companheira Leão ou Domadora.

O luto é um sentimento profundo de tristeza, dor e pesar pelo falecimento de alguém. É caracterizado por um período de consternação e saudade pela perda de um ente querido.

Pela nossa unidade e irmanação leonística, temos o dever se refletir sobre a morte de alguém que, em vida, teve atuação significativa dentro de cada Clube e do nosso movimento.

Diante do fato, vamos, a partir deste ano leonístico, restabelecer a prática do Governador Caliento decretar luto oficial de três dias no Distrito LC-6 sempre que ocorrer o falecimento de algum CL, CaL, DM ou Leo.

Para que isso seja viabilizado a contendo, e não perca a oportunidade, vamos precisar da ação direta e imediata da Diretoria de cada Clube. Sempre que ocorrer um fato dessa natureza, e se possível no mesmo dia do falecimento, os Clubes devem comunicar o fato para esta Coordenadoria, por telefone ou e.mail, para que possamos editar a resolução de luto oficial que será firmada pelo Governador Caliento.   Mesmo num momento de tristeza e dor, esperamos contar com a atenção dos diligentes dirigentes dos nossos Lions Clubes.

           

REPETIR E NÃO REPETIR, EIS A QUESTÃO:

           

Tornou-se protocolar, no final de cada reunião leonística, o dirigente da solenidade solicitar que algum Companheiro Leão ou Companheira Leão faça a leitura da “Oração pelo Brasil” ou da Oração Final”. Ambas têm texto altamente significativo e exalta os ideais do nosso serviço desinteressado.

Existe, porém, um fato que vem deslustrando o protocolo leonístico. A “Oração pelo Brasil” deve ser repetida pelos presentes. A “Oração Final” não deve ser repetida pelos presentes. Dessa forma, quando alguém for convidado para proferir a “Oração pelo Brasil”, deve se dirigir aos presentes e dizer: “por favor, repitam comigo”, e ler a mensagem pausadamente para que todos possam acompanhar e repetir seus enunciados. Infelizmente ainda existem alguns membros da nossa família leonística, inclusive altos dirigentes que, ao ler a “Oração Final”, pedem que os presentes repitam seus enunciados. Vamos corrigir enquanto é tempo!

 

VALOR DO DOLAR LEONÍSTICO PARA O MÊS DE JULHO DE 2020:

 

Lions Internacional não havia divulgado, até às 10:40 horas deste dia 01 de julho, o valor do dólar leonistico para o mês de julho. Os interessados na informação poderão abrir o link https://www.lionsclubs.org/pt/resources-for-members/resource-center/exchange-rates,

clicar em taxas de câmbio e clicar no mês desejado.

 

A “INVOCAÇÃO A DEUS” OFICIAL:

 

Invocar a Deus é um monólogo de fé, que inspira cada um e conduz a todos para os mais elevados pensamentos e ideais. Existem centenas, milhares de belíssimos textos que servem para esse momento de inspiração e reflexão. Todos são válidos e importantíssimos!

No leonismo, porém, existe uma “INVOCAÇÃO A DEUS” oficial. É uma prece que, no início das reuniões, os membros do Clube fazem pedindo amparo para os trabalhos que vão encetar. O autor dessa Invocação foi o CL Pedro Afonso Mibielli de Carvalho, Governador 1960/61 do então Distrito L-Centro-2 e igualmente Presidente do CNG do mesmo ano leonístico. Seu texto foi aprovado por resolução do CNG durante a 8.ª Convenção de Lions Clubes do Brasil, realizada em Porto Alegre/RS, em maio de 1963. A melhoria do texto da redação foi proposta pelo CL Mário Simões Mendes, do LC de Campinas/SP, e aprovada como recomendação pelo CNG 1981/1982, durante a 29.ª Convenção de Lions Clube do Brasil, realizada em Balneário Camboriú/SC, em maio de 1982. Sua redação oficial é a seguinte:

“SENHOR, nós Vos agradecemos o estar aqui reunidos, para nos conhecermos melhor e, assim, poder servir melhor os nossos semelhantes.

Dai-nos a humildade, a sabedoria e a força necessárias para cumprir nossos deveres com entusiasmo e tenacidade.

Dai-nos a bondade e a tolerância, para respeitar a opinião dos demais e alimentar a aspiração de todos de servir a humanidade.

Protegei nossa grande família leonística, a qual trabalha, hoje e sempre, pelo culto da amizade, do amor ao próximo e do serviço desinteressado.

Velai, SENHOR, pelos destinos do Brasil e bendizei nosso trabalho.

Assim seja!”

Em muitas publicações leonísticas que circulam pelo Brasil, como revistas e boletins de Clubes, nominatas de Clubes e Governadorias, entre outras, está havendo uma deturpação do texto oficial da “Invocação a Deus”, com alterações desvinculadas do texto original, inclusive com a repetição da expressão SENHOR em todos os parágrafos. O que é louvável, mas não é correto, pois difere do documento original.

É preciso começar a pensar com seriedade sobre os textos dos documentos oficiais do leonismo. Assim, como colaboração, estamos sugerindo que providências sejam tomadas por quem de direito para que haja uma correta divulgação do texto oficial da “Invocação a Deus” do leonismo brasileiro.

 

A IMPORTÂNCIA DA INSTRUÇÃO LEONÍSTICA:

 

A instrução leonística é a forma de se manter Companheiros Leão, Companheiras Leão e Domadoras do Clube, independentemente do tempo de afiliação de cada um, atentos e conscientes a respeito da filosofia do movimento leonístico, das leis que o regem, da sua organização e, acima de tudo, da importância do nosso envolvimento com o legado que nos foi deixado por Melvin Jones e seus seguidores.

Uma das formas de manter viva essa chama de ideais é incentivar e incrementar a realização de instrução leonística, no seu sentido mais amplo e irrestrito, durante todas as assembleias realizadas.

O Clube, evidentemente, para realização dessa atividade fundamental, deverá ter ou montar um esquema que melhor convier ou se adaptar às suas realidades.

Importante e essencial é que, em cada assembleia, seja prevista a realização de uma instrução leonística, com indicação antecipada do Companheiro, Companheira ou Domadora que irá realizá-la. O tema pode ser livre, mas sempre ligado ao nosso movimento ou com o qual tenha relacionamento.

Considerando que, eventualmente, algum CL, CaL ou DM possa precisar de tempo para preparar ou mesmo realizar alguma pesquisa, e para evitar que ninguém alegue aquele famoso ter sido “pego de surpresa” para se esquivar da atribuição, a Diretoria do Clube poderá organizar uma escala daqueles que serão responsáveis pelas palestras das instruções leonisticas a serem realizadas nas assembleias futuras, divulgando referida escala com alguma antecedência.

Estamos fazendo este registro tão somente para realçar a importância dessa atividade fundamental para aprimoramento do nosso movimento, e com a participação de todos

 

AVALIANDO SEU “QI” EM LEONISMO:

Você já fez algum teste de QI no leonismo?   QI é a abreviatura de “Quociente de Inteligência”. É um teste desenvolvido para analisar as capacidades cognitivas de uma pessoa. E para quem pensa que é algo recente, os chineses já realizavam exames semelhantes há milhares de anos atrás, desde o ano de 606. No entanto, um teste de QI não significa que uma pessoa seja mais inteligente do que a outra. Na verdade, analisa as habilidades de uma pessoa, e não significa nem um pouco que uma é melhor que a outra.

As questões abaixo são canalizadas para aqueles que ingressaram no movimento leonístico em época não muito distante. Isso não impede, porém, que igualmente possa merecer a atenção daqueles mais antigos, já que pode servir para solidificar ainda mais seus conhecimentos com a causa que tanto nos identifica.

Se você nunca fez um teste de QI no leonismo, agora é a sua vez! Vamos procurar enviar umas 4 ou 5 questões em cada carta mensal.

Assinale a resposta que julgar correta e, depois, pesquise para verificar qual o seu QI em leonismo. As respostas estão no final desta carta. Vamos participar? O leonismo merece um pouco do nosso tempo!

    1. O primeiro presidente da Associação Internacional de Lions Clubes, depois reformulação foi
      a) Paul Harris;
      b) Melvin Jones;
      c) William Woods.

    2. Por que foi escolhido o nome Lions para nossa organização?

    3. A primeira Convenção da Associação Internacional de Lions Clubes, em sua nova fase, foi realizada na cidade de ____________, Texas, Estados Unidos.

    4. O nosso Presidente Internacional é designado pela Diretoria da Associação Internacional:
      a) verdadeiro;
      b) falso.

    5. Os ideais básicos do leonismo não estão relacionados com a convicção política e religiosa, e tampouco com a nacionalidade de uma pessoa: a) verdadeiro;
      b) falso.

 

ALGUNS “PITÁCOS” LEONISTICOS:

  1. A sede da Associação Internacional de Lions Clubes está instalada em Oak Brook, Illinois, Estados Unidos, para onde foi transferida em 01 de junho de 1971. O orador oficial da inauguração da sede própria internacional foi o saudoso PIP João Fernando Sobral, de São Paulo, Capital.

  2. Até fevereiro de 1921 os negócios da Associação eram tratados no próprio escritório da seguradora de Melvin Jones. Naquele mês foi transferida para um imóvel alugado na South Michigan Avenue n.º 322, em Chicago. Ali permaneceu até 1955, quando Lions Internacional adquiriu sua primeira sede própria, localizada na North Michigan Avenue n.º 209, também em Chicago. Em 01 de junho de 1971 foi transferida definitivamente para Oak Brook.

  3. O Código de Ética do Leão foi adotado em 21 de agosto de 1918, no encerramento da II Convenção Internacional, realizada em St. Louis, Missouri, Estados Unidos. Os Objetivos do Lions Clube, que a partir de setembro de 2007 passaram a ser denominados Propósitos, foram adotados em 11 de julho de 1919, no encerramento da III Convenção Internacional, realizada em Chicago, Illinois, Estados Unidos, O emblema do Lions foi adotado em 16 de julho de 1920, durante o encerramento da IV Convenção Internacional, realizada em Denver, Colorado, Estados Unidos, e é uma criação de Maurice Blink.

  4. O slogan ou moto é o acróstico (expressão concisa) da palavra LIONS, que no Brasil significa “Liberdade, Igualdade, Ordem, Nacionalismo e Serviço”. Nos Estados Unidos significa “Liberty, Inteligence, Our Nation’s Safety”. A redação brasileira foi foi alterada e aprovada pela Convenção Nacional realizada em Belo Horizonte, Minas Gerais, em maio de 1988, quando este Coordenador Geral, orgulhosamente, fazia parte do Colegiado nacional. O slogan do leonismo foi aprovado durante a realização da III Convenção Internacional.



NOVO ESTATUTO DO DISTRITO LC-6:

 

Estamos anexando a esta carta o novo Estatuto do Distrito LC-6, que entra em vigor a partir do dia de hoje.

Esse nosso documento maior teve seu texto alterado e atualizado pelo Conselho de Ex-Governadores do Distrito LC-6, com as alterações ocorridas no movimento leonístico nos últimos dez anos (observem, por exemplo, que agora já temos a figura do 3.º Vice-Governador do Distrito), foi analisado pela competente Comissão Técnica de Estatutos e Regulamentos e aprovado pelos Delegados credenciados pelos Clubes durante a 21. Convenção Distrital do LC-6, realizada na cidade de Icém no dia 09 de maio de 2020.

Seria aconselhável que os Presidentes de Clubes, como proposta de instrução leonística, colocassem para análise trechos do novo Estatuto durante a realização das suas reuniões ordinárias, possibilitando aos seus associados discussões sobre as diretrizes do documento.

 

 

CALENDÁRIO LEONÍSTICO DO MÊS DE JULHO:


01 – Início do ano leonístico

04 – Dia da aprovação do ingresso das mulheres como associadas (1987)

23 – Fundação do primeiro Clube de Lions em São Paulo (1952)

Comemora-se em julho, ainda, o “Mês dos Presidentes de Clubes” e a “Posse das Diretorias dos Lions Clubes”.

Os Clubes devem incluir no seu calendário leonístico, também, no mês que couber, o “Dia da Fundação”, o “Dia da Carta Constitutiva” e o “Dia do Recebimento da Carta Constitutiva”

 

CALENDÁRIO CÍVICO DO MÊS DE JULHO:


02 – Dia do Bombeiro

09 – Dia da Revolução Constitucionalista (1932)

11 - Dia do nascimento de Carlos Gomes (1836)

18 – Dia em que D. Pedro II foi coroado Imperador do Brasil (1841)

20 – Dia do nascimento de Alberto Santos Dumont (1873)

20 – Dia do Amigo

25 – Dia do Motorista

29 – Dia do nascimento da Princesa Isabel (1846)


INSTRUÇÃO LEONÍSTICA COMENTADA: “COMO PREPARAR, ORGANIZAR E DIRIGIR UMA ASSEMBLÉIA ORDINÁRIA DE LIONS CLUBE”:

    
A assembleia ordinária de um Lions Clube também deve primar pela observância do protocolo leonístico. Este, se observado, servirá não apenas para aprimorar a prática leonística como, igualmente, para fazer com que a reunião transcorra de forma ágil e num clima agradável e de elevada grau de companheirismo.

Fornecemos a seguir, com o intuito exclusivo de procurar colaborar, um roteiro daquilo que, em nosso modesto entendimento, deve ser o desenvolvimento de uma assembleia ordinária do Clube:

Ato n.º 1: No horário estabelecido o Presidente ou a Presidente bate o sino.

Comentário: Os membros do Clube devem fazer o possível e comparecer no local da reunião com alguns minutos de antecedência. Horário foi feito para ser cumprido. É preciso acabar com o desagradável costume de se marcar uma reunião para as 20:00 horas e ela comece pelo menos meia hora depois. Deve-se, acima de tudo, respeitar aqueles que sempre chegam no horário. No horário determinado pela convocação, o Presidente ou a Presidente deve bater o sino e iniciar os trabalhos. Aqueles que eventualmente chegarem após o início da reunião devem se acomodar em silêncio, evitando, inclusive, qualquer tipo de cumprimento para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.


Ato n.º 2:
O Presidente ou a Presidente abre os trabalhos: “Invocando a Deus, e pela grandeza do Brasil, declaro aberta esta assembleia ordinária do nosso Clube.”

Comentário: Depois da abertura protocolar, será sempre elegante o Presidente ou a Presidente solicitar um minuto de silêncio pela paz mundial e pelo registro de algum acontecimento que, eventualmente, tenha envolvido algum associado ou seus familiares e que mereça a solidariedade do Clube.


Ato n.º 3:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que os presentes permaneçam em pé (e não de pé – pois quem está sem pé infelizmente é deficiente físico), e convida algum Companheiro, Companheira ou Domadora para que proceda a Invocação a Deus.

Comentário: O indicado ou indicada para a missão não deve repetir a expressão “Invocação a Deus”. Esta já foi solicitada pelo Presidente ou pela Presidente. Está existindo, em nosso meio uma diversidade muito grande de invocações. No leonismo, porém, deve ser proferida aquela usual e que foi adotada oficialmente no leonismo brasileiro, aprovada durante a 29.ª Convenção Nacional de Lions Clubes do Brasil, realizada em maio de 1982 na cidade de Balneário Camboriú/SC. A Invocação oficial está sendo transcrita nesta carta mensal. Trata-se de um monólogo de fé, que nos inspira e conduz aos mais elevados ideais do leonismo. Durante a leitura da Invocação, os presentes devem se manter com postura firme e respeitoso silencio, e, ao final, repetirem “Assim seja!”.


Ato n.º 4:
O Presidente ou a Presidente bate o sino, solicita que os presentes permaneçam em pé, e convida todos para entoarem a primeira estrofe e coro do Hino à Bandeira.

Comentário: Durante a entoação da primeira estrofe e coro do hino, na forma oficial da letra de Olavo Bilac e música de Francisco Braga, os presentes devem cantar com moderação, com os braços estendidos junto ao corpo (alguns preferem colocar a mão direita posta à altura do coração, o que também é regulamentar), e dentro da maior mobilização possível. Nota-se, muitas vezes, a falta de respeito de alguns participantes quando da entoação do hino: uns olham para o teto, outros para o chão, alguns para os lados, e tem aqueles que chegam a conversar ou, até mesmo, coçar esta ou aquela parte do corpo. O posicionamento de cada um deve ser firme e respeitoso, sempre olhando diretamente para o Pavilhão Nacional.


Ato n.º 5:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que todos ocupem seus lugares.

Comentário: Cerca de um minuto é mais que suficiente para que todos se acomodem e se coloquem em posição para participar da assembleia.


Ato n.º 6: O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita ao CL Secretário ou CaL Secretária para proceder a leitura da ata da reunião anterior e das correspondências recebidas entre a última e à presente assembleia.

Comentário: Depois da leitura da ata pelo Secretário ou Secretária, o Presidente ou a Presidente indaga dos participantes se existe alguma correção ao acréscimo a ser feito no documento. Se houver, solicita que o Secretário ou a Secretária registre. Depois, o Presidente ou a Presidente submete à aprovação da assembleia o texto da ata, inclusive com as retificações ou acréscimo que houver. Se aprovado, o Presidente ou a Presidente solicita ao Secretário ou Secretária que registre a aprovação, indicando se foi por unanimidade ou por maioria. Na sequência, o Secretário ou Secretária informa sobre as correspondências recebidas no período, registrando em ata uma síntese das mesmas. Deve-se recordar, sempre, que a ata representa a memória do Clube e a sua história e, portanto, tudo deve ser registrado. O Secretario ou a Secretária informa, também, sobre o quórum registrado na assembleia.


Ato n.º 7:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que o CL Tesoureiro ou a CaL Tesoureira faça as comunicações sobre as finanças do Clube e leitura do balancete mensal, se houver, comparando receitas e despesas.

Comentário: O Tesoureiro ou a Tesoureira comenta a situação financeira do Clube. Sempre é bom lembrar que o Tesoureiro ou a Tesoureira não é o “cobrador do Clube”. Deve ser procurado e não procurar os interessados para que cumpram suas obrigações junto à tesouraria. Todas as movimentações ou pagamentos efetuados pelo Tesoureiro ou pela Tesoureira devem ser reportados ao Secretário ou à Secretária, através de fotocópias, para que conste na ata dos trabalhos e sejam anexadas ao Informe Mensal de Atividades do Clube.


Ato n.º 8:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e passa a palavra ao Diretor Social para que este reporte os fatos relacionados com a sua pasta.

Comentário: O Diretor Social deve anunciar os aniversariantes e datas comemorativas do período, anunciar as programações do Clube e prestar contas dos eventos realizados no período anterior. Sempre é bom lembrar que os eventos do Clube são programados pela sua Diretoria, competindo à assembleia aprova-los ou não. Havendo presença de convidados ou visitantes na assembleia, compete ao Diretor Social fazer a saudação em nome do Clube


Ato n.º 9:
O Presidente ou a Presidente bate o fino e passa a palavra para o Diretor de Associados a fim de que ele comente as atividades da sua área.

Comentário: É importante a atuação do Diretor de Associados na estabilidade do quadro social do Clube. Ele deve incentivar Companheiros e Companheiras para viabilizar a apresentação de novos associados. Deve orientar os padrinhos para que deem acompanhamento leonístico aos novos associados, integrando-os nas atividades do Clube e acompanhando o desenvolvimento de cada um. Se, durante a assembleia, estiver presente algum candidato a associado já aprovado, o Diretor de Associados deve comandar uma auto apresentação dos presentes, que deve ser simples e objetiva.


Ato n.º 10:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e concede a palavra aos demais Diretores do Clube (Diretor de LCIF, Diretor de GLT, Diretor de GMT, Diretor de GST e Diretor de Comunicação e Marketing), para que os mesmos, desejando, usem a palavra para comentar eventuais registros em suas pastas.

Comentário: É importante que os Diretores informem aos membros da assembleia sobre os fatos que estejam ocorrendo em suas pastas. Os associados precisam e devem conhecer o que acontece nos bastidores do Clube, do Distrito e da Associação Internacional e se mantenham informados, inclusive para opinarem e dar sugestões.


Ato n.º 11:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e convida o Companheiro, a Companheira ou a Domadora previamente convocada para proceder a instrução leonística.

Comentário: A instrução leonística é a forma de se manter os Associados do Clube, independentemente do tempo de afiliação de cada um, atentos e conscientes a respeito da filosofia do movimento leonístico, da leis que o regem, da sua organização e, acima de tudo, da importância do nosso envolvimento com o legado que nos foi deixado pelos fundadores. E uma das formas de manter viva essa chama de ideais é incentivar e incrementar a realização de instrução leonística durante as assembleias. O autor da instrução leonística deve, preferencialmente, traze-la por escrito, para que, ao final, uma cópia seja entregue ao Secretário ou à Secretária a fim de constar da ata a ser encaminhada à Governadoria juntamente com o Informe Mensal de Atividades. O Presidente ou a Presidente, em cada assembleia, deverá convidar algum dos seus membros para proferir a instrução leonística da assembleia seguinte.


Ato n.º 12:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e declara jaula aberta.

Comentário: A jaula aberta é a parte prática da assembleia. Nesta ocasião, o Presidente ou a Presidente comenta sobre os assuntos que ficaram em pendência e quais as soluções encontradas ou providências tomadas; propõe, com base em sugestões apresentadas, atividades que poderão ser realizadas; indica medidas que o Clube poderá adotar junto às autoridades para solução de determinados problemas existentes na comunidade, entre outros. Todos os assuntos sugeridos ou medidas a serem tomadas devem ser aprovadas pela assembleia. Durante a jaula aberta, o Presidente ou a Presidente deverá comandar a participação dos membros presentes à assembleia, solicitando que as participações sejam feitas uma a uma, individualmente, a fim de evitar choques de comentários ou discussões que possam tumultuar os trabalhos. E essa atuação do Presidente ou da Presidente é de relevante importância, pois depende deles cuidar da forma e condução dos assuntos que estiverem sendo discutidos, evitando que a reunião se torne excessivamente burocrática, prolixa e cansativa. O Presidente ou a Presidente deve se esmerar em descomplicar a assembleia e torna-la mais eficiente e objetiva, ou seja, mais agradável. Querer mudar o protocolo ou inovar sem medir as consequências é deixar de lado os procedimentos que garantem a grandeza do leonismo.


Ato n.º 13:
O Presidente ou a Presidente bate o sino e solicita que algum Companheiro ou Companheira faça a “Oração pelo Brasil”;

Comentário: É uma conclamação cívica de amor ao estudo e ao trabalho e da grandeza da nossa Pátria, que deve ser repetida com fervor pelos participantes da assembleia.


Ato n.º 14:
O Presidente ou a Presidente bate o sino, agradece a participação da sua Diretoria e dos demais participantes nos trabalhos da assembleia, marca a data e horário da próxima reunião, solicita uma salva de palmas ao Pavilhão Nacional e dá por encerrado os trabalhos.

Comentário: O agradecimento é uma forma elegante do Presidente ou da Presidente encerrar a assembleia. Deve agradecer todos aqueles que tiveram funções durante a reunião, quem fez a Invocação a Deus, o Secretário, o Tesoureiro, o Diretor Social, o Diretor de Associados, os demais Diretores que participaram, quem fez a instrução leonística, quem fez a Oração pelo Brasil e todos aqueles que tiveram participação ativa durante a jaula aberta. A confirmação da data da próxima assembleia também é indispensável. Para os que estiveram ausente, o Presidente ou a Presidente recomenda ao Secretário ou à Secretária para que os comuniquem pessoalmente.

 

PRECISAMOS DA SUA OPINIÃO:

 

Esta carta mensal, que é uma proposta inovadora para estabelecer um contato direto com os Clubes dos Distritos, não é exclusiva desta Coordenadoria Geral do Distrito. Muito pelo contrário! Ela é uma página aberta para nosso relacionamento!

Precisamos e gostaríamos de receber comentários sobre a mesma, com sugestões para seu aprimoramento, novas inclusões ou exclusões de temas, e até mesmo críticas construtivas a respeito da sua validade ou não.

Contamos e aguardamos a participação de todos para esse “feedback”, principalmente dos nossos estimados e estimadas Presidentes de Clubes do Distrito LC-6.

 

           

RESPOSTAS DA AVALIAÇÃO DO SEU “QI” EM LEONISMO:

 

  1. Dr. William P. Woods, cirurgião de Evansville, Indiana, Estados Unidos, e que representava a entidade Royal Order of Lions.

  2. Os preparativos finais para fundação da nova fase da Associação foram realizados no dia 07 de junho de 1917, no Hotel La Salle, de Chicago. Entre os 8 Clubes presentes existia o Royal Order of Lions, e este foi escolhido para a nossa organização. E o nome de Leão foi escolhido porque sua figura ímpar e importante consta na literatura e monumentos da maioria dos povos do mundo, simbolizando o valor, a força, a fidelidade e a ação.

  3. Dallas

  4.    Falso.  Ele é eleito pelos Delegados credenciados na Convenção Internacional.

  5. Verdadeiro

 

 Até a próxima e um fraterno abraço leonístico do

 

                                                                       PDG MJ ANTONIO DOMINGOS ANDRIANI

                                                                 Coordenador Geral 2020/2021 do Distrito LC-6